“Mornas Ao Piano”| Now available in all digital platforms

 

 

Mornas ao Piano Tete Alhinho

“Mornas Ao Piano” (“Mornas on the Piano”) is the new album by Tete Alhinho, the voice that conquered the world in 2002 with “Voz”, voted one of the best albums of the year by Songlines magazine.

“Mindel de Mae Auta”, the new single written by Tete as na hommage to her mother, Auta,  received the prize for “Best Morna” at the Cabo Verde Music Awards (CVMA). The ceremony took place in cidade de Praia in Santiago, Cabo Verde on the 6th of May 2017. The day before of  “Mother´s Day”

Also in May, on the 12th of May, performed for the very first time in Macao, China. The concert took place n the historic Dom Pedro V Theater.

 

“Mornas Ao Piano” | Agradecimentos / Aknowledgements  2017

“Mornas Ao Piano” é o nome do meu novo projecto. O meu profundo agradecimento a todos os nossos amigos e fãs que apoiaram este crowdfunding.  O vosso apoio foi fundamental na criação deste novo trabalho discográfico. “Mornas Ao Piano” foi editado em Portugal a Abril 2017 e já esta disponivel em todas as plataformas digitais. Escutar aqui

“Mornas Ao Piano” is the name of my new project. My gratitude to all my friends and fans that supported this crowdfunding. Your support was essential in the making of this new album. “Mornas ao Piano” has been released in April 2017 in Portugal and is now available on all platforms. Listen Here

Obrigada a cada um de vós | Thank you to each one of you

Dr. Alberto, Beat von Däniken, Caliz Vila Baldó, Carla Marques da Silva, Carlos Martins, Catarina Mota, Cristina Martins, Denise Silva, Eduardo Manuel, Dora Garcez, Enrique Alhinho, Fernando Azevedo, Gláucia Nogueira, Gonçalo Martins Pereira, Gonçalo Pinheiro, Gonçalves Oscar, Gunnar Immervoll, Indira, Inês Lamim, Joana Neves,  Joana Reinhardt, Joao Miranda Cruz, Javier Jimenez, Joseph Leite, Lina Evora, Luci Fonseca, Maria Joao Leite, Maria Zsuzsanna Fortes, Maria Joao Bastos, Martín Jaggi, Miracel de Lacerda, Paula Nascimento, Paulo Leite, Pedro Elston, Rafael Santana, Raquel Monteiro, Rico, Rita Alhinho, Rita Casaes, Rita das Neves Sousa Elvas Martins, Rodrigo Bejarano, Roland Anhorn, Rui Figueiredo, Sara Aguirre, Susana Faria, Suraya, Tufinha, , Vera Cruz, Vitor Rainho, Xelgui

crowdfunding
Tete Alhinho

 

Sobre o Piano

A minha relação com o piano nasceu, quando por volta dos meus 6 anos o meu pai nos ofereceu um que não só nos levou a escola da Dona Bibi, como nos permitiu” tirar” de ouvido as melodias que mais gostávamos.
Daí que o título do meu próximo CD “Mornas ao Piano” remonta-me à minha infância, à minha velha casa amarela em frente ao antigo Liceu Gil Eanes, aos meus pais, aos meus irmãos e a tudo o que acontecia nessa casa sempre cheia de música e de vida.

Foi nesse piano que todos aprendemos o valor das notas, a beleza dos sons, e que me permitiu apesar dos meus poucos anos aprender com a D. Tututa o acompanhamento das mornas, quando a convite do meu pai, ela foi aí tocar.

Apesar de ser um instrumento pouco acessível, o piano sempre esteve presente na música que se fazia no Mindelo. Quem não se lembra de o ouvir soar ao passar pelo café Royal, quando algum pianista decidia deliciar os presentes.

Quantas noites fiquei até adormecer, encostada à janela do nosso sobrado, a ouvir o som que vinha da casa do Sr. Pinto, e posso estar enganada pelos anos que já passaram mas julgo ainda escutar o piano, o contrabaixo o cello e o violino entre outros instrumentos, interpretados por figuras mindelenses como o Angelo Lima e enriquecido com algumas vozes femininas emergentes na época.

Por outro lado a morna representa para mim a expressão comum do sentir cabo-verdiano, a tradução da nossa eterna nostalgia ligada às nossas perdas, à nossa saudade, às constantes partidas, às alegrias e tristezas.

Fez parte da minha adolescência, associada aos meu despertar para o amor, alimentando as minhas dores de separações e saudade na Voz do Bana nos últimos 15 minutos da Rádio Barlavento no programa Música da Nossa Terra.

Por isso, após ter feito há já alguns anos,o concerto “Mornas ao Piano” com o Ricardo de Deus no Centro Cultural Português com o incentivo do Dr. João Neves e em face da boa recepção pelo público, (lembro-me do Tiago Estrela ter dito que era um concerto que poderia ser apresentado em qualquer parte do mundo) ficou a convicção que um dia haveríamos de transformar esse conceito num CD.

 

 

 

The Soothing Voice From Cabo Verde